faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Ministério da Saúde amplia atuação no enfrentamento às enchentes no RS

Article-Ministério da Saúde amplia atuação no enfrentamento às enchentes no RS

ministerio-da-saude-enchentes-RS.png
Entre as medidas adotadas, destacam-se a liberação de R$ 861 milhões e a expansão do atendimento às vítimas pela Força Nacional do SUS.

Nos últimos dias, a Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) ampliou significativamente seus atendimentos às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, registrando um aumento de 95%. Além disso, o Ministério da Saúde liberou mais R$ 861 milhões para repor medicamentos perdidos, assegurar atendimento nos postos de saúde e hospitais, e promover atividades de saúde digital. 

Atendimento da Força Nacional do Sistema Único de Saúde às vítimas 

Entre sexta-feira (10) e sábado (11), foram realizados 222 atendimentos, enquanto entre sábado e domingo (12), o número subiu para 434, totalizando quase 1,3 mil atendimentos desde 5 de maio. 

Esse aumento expressivo foi possível graças à maior estrutura e ao aumento da quantidade de equipes em atividade, enviadas pelo Ministério da Saúde ao estado. Somente o Hospital de Campanha em Canoas realizou 949 atendimentos, e as equipes volantes receberam 339 pessoas. Diariamente, o Ministério da Saúde está expandindo a estrutura de assistência no Rio Grande do Sul, montando novos hospitais de campanha e ampliando os recursos disponíveis. 

Neste domingo, foram entregues módulos para a montagem de uma unidade em Porto Alegre, enquanto equipes técnicas avaliaram as condições de um espaço em São Leopoldo para iniciar outra estrutura. Um terceiro hospital será montado no estado, com a área técnica realizando análises para definir qual município necessita da estrutura com mais urgência. 

O foco das operações foi nos abrigos que acolhem pessoas que perderam suas moradias. Os profissionais se deslocaram tanto por terra quanto pelo ar. Equipes prestaram atendimento médico, psicossocial e outros serviços em Canoas, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Santa Maria, São Sebastião do Caí, Guaíba, Charqueadas e São Jerônimo. 

Ministério da Saúde libera mais de R$ 861 milhões 

Além do aumento da capacidade de atendimento, o Ministério da Saúde também está liberando recursos financeiros para apoiar a população gaúcha afetada pelas enchentes. Foram disponibilizados mais R$ 861 milhões para reposição de medicamentos perdidos, garantia do atendimento nos postos de saúde e hospitais, e para atividades de saúde digital. 

Esses recursos fazem parte de um crédito extraordinário do Governo Federal que já soma R$ 12,1 bilhões para ações necessárias no atendimento aos municípios gaúchos. Com esse crédito, já são mais de R$ 60 bilhões destinados ao estado. 

Felipe Proenço, secretário de Atenção Primária do Ministério da Saúde, destaca a importância desses recursos para o Grupo Hospitalar Conceição e para a Força Nacional do SUS, que estão desempenhando papéis fundamentais no enfrentamento da crise. 

O montante total da Medida Provisória abrange também medidas previamente anunciadas, referentes à MP nº 1.216/2024. Esta inclui suporte à segurança alimentar (Programa de Aquisição de Alimentos e distribuição de cestas básicas), serviços de saúde primária, especializada e vigilância epidemiológica, assistência farmacêutica e contratação temporária de profissionais, entre outras medidas.